INTERCÂMBIO CULTURAL E ARTÍSTICO COM ESTUDANTES DO ZECA DE FARIA

Alunos do Ensino Fundamental da Escola Municipal Zeca de Faria  participaram da atividade “CORES, SOM E MOVIMENTO” no I MOSAICO CULTURAL – Um debate sobre a Produção Cultural local, na CASA DA CULTURA em Alto Paraíso

Por Kayalu Mendonça

Alunos da Escola Municipal Zeca de Faria participam da ação “CORES, SOM E MOVIMENTO” realizada pelo IPEARTES/SEDUCE durante o I MOSAICO PARAISO – Um debate sobre a Produção Cultural local  – Foto: Leon Junqueira

No dia 26 de setembro, último dia da programação do I MOSAICO PARAÍSO – Um debate sobre a Produção Cultural local, evento realizado pelo IPEARTES/SEDUCE na CASA DA CULTURA de Alto Paraíso, pais e alunos do Ensino Fundamental da Escola Municipal Zeca de Faria participaram da atividade “CORES, SOM E MOVIMENTO”, um momento profundo de intercâmbio cultural e artístico. A ação foi realizada pelas arte educadoras do IPEARTES/SEDUCE: Monique Alves, Ananda Devi, Rafaela Fontenele e Anaís Pinheiro Serkeis, em parceria com a direção da Escola.

O grupo visitou a CASA DA CULTURA e contemplou as instalações artísticas do local, prestigiando a exposição “Natureza Feminina”, do artista plástico mineiro Paulo Fernandes, e as obras de Xilogravura de Xande Mattos, artista gráfico, xilogravurista e arte educador do IPEARTES/SEDUCE. Segundo Monique Alves, a ação visou “aproximar as crianças do ambiente artístico, quebrar preconceitos e incentivar o estudo das artes como forma de expressão, o que auxilia no aprendizado de diversas disciplinas”.

Alunos da Escola Municipal Zeca de Faria participam da ação “CORES, SOM E MOVIMENTO” realizada pelos arte educadores do IPEARTES/SEDUCE durante o I MOSAICO PARAISO – Um debate sobre a Produção Cultural local  – Foto: Leon Junqueira

A equipe de arte educadoras apresentou sua proposta de atividade, realizando uma dinâmica em círculo que trabalhou Som e Movimento, e recitou poemas, promovendo uma atividade de Contação de História e o resgate da memoria no contexto de uma prática pedagógica. A atividade seguiu com a confecção de Mandalas,  poderosa ferramenta terapêutica utilizada por diversas culturas. Além do processo artístico, que desenvolve a coordenação e a criatividade, as mandalas promovem o relaxamento, ajudam na concentração, proporcionando equilíbrio, paz e serenidade.

Alunos da Escola Municipal Zeca de Faria participam da ação “CORES, SOM E MOVIMENTO” realizada pelo IPEARTES/SEDUCE durante o I MOSAICO PARAISO – Um debate sobre a Produção Cultural local  – Foto: Leon Junqueira

A proposta do IPEARTES/SEDUCE é investir no florescimento de uma comunidade educadora no Território do Bem Viver, que inclui toda a área da APA de POUSO ALTO, promovendo uma plataforma básica, alicerçada em princípios e articulada a valores, permeada pela ideia de intertransdisciplinaridade e desenvolvida por meio da pedagogia de projetos. 

Aluno da Escola Municipal Zeca de Faria e Ananda Devi, arte educadora do IPEARTES/SEDUCE, interagem com instalação artística durante a ação “CORES, SOM E MOVIMENTO” no I MOSAICO PARAÍSO  – Foto: Leon Junqueira

Parcerias do IPEARTES/SEDUCE para a transformação do TERRITÓRIO DO BEM VIVER 

A parceria entre o IPEARTES/SEDUCE e a Escola Municipal Zeca de Faria se alinha aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODS, propostos pela ONU, para serem cumpridos até 2030. O IPEARTES, Instituto de Pesquisa, Ensino e Extensão em Arte Educação e Tecnologias Sustentáveis, criado pela Secretaria de Educação, Cultura e Esporte do Estado de Goiás, SEDUCE, surge como projeto piloto para desenvolver uma proposta de educação pública inovadora, com especial ênfase no ODS #4 que visa “assegurar a educação inclusiva, equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todas e todos”. Propondo a Arte Educação como metodologia de ensino, e não apenas como ferramenta pedagógica, o IPEARTES fundamenta-se na ideia de constituição de COMUNIDADES EDUCADORAS, nas quais os seres humanos se desenvolvam de forma integral e sustentável.  

O ODS #17, reforça a importância das parcerias para o desenvolvimento global, propondo “incentivar e promover parcerias públicas, público-privadas e com a sociedade civil eficazes, a partir da experiência das estratégias de mobilização de recursos dessas parcerias”. Em relação às parcerias multissetoriais, o ODS #16 busca “reforçar a parceria global para o desenvolvimento sustentável, complementada por parcerias multissetoriais que mobilizem e compartilhem conhecimento, expertise, tecnologia e recursos financeiros, para apoiar a realização dos objetivos do desenvolvimento sustentável em todos os países, particularmente nos países em desenvolvimento”.

Curso livre de Introdução a Produção Cultural IPEARTES/SEDUCE

O I MOSAICO CULTURAL – Um debate sobre a Produção Cultural local é a culminância da primeira turma do curso livre de Introdução de Produção Cultural do IPEARTES/SEDUCE. O conteúdo programático aborda a gestão de espaços culturais, planejamento, organização, promoção e divulgação de eventos, além de estágios práticos na área, sendo voltado para maiores de 17 anos. O curso acontece as segundas e quartas, das 19h às 21h, no Centro de Vivências CRESCER. Oferecido pelo IPEARTES/SEDUCE é totalmente gratuito e as matrículas podem ser realizadas na Avenida Esperanto Qd 09 Lt 07, no bairro Novo Horizonte.

 

Confira a programação completa do projeto. Divulgue e participe!

SERVIÇO:

I MOSAICO CULTURAL – Um debate sobre a Produção Cultural local

Data: De 16 a 26 de setembro de 2018

Local: Casa de Cultura – Alto Paraíso
Avenida Ary Valadão, S/N (Em frente à Câmara dos Vereadores)

Mais informações: (61) 99643-5990

Facebook: Grupo “CIRCUITO CULTURAL DE ALTO PARAISO”

1 thought on “INTERCÂMBIO CULTURAL E ARTÍSTICO COM ESTUDANTES DO ZECA DE FARIA

  1. Gratidão à Escola Municipal Zeca de Faria, ao IPEARTES, em especial às crianças e jovens estudantes, à diretora Edina e à professora Maricelia, aos arte educadores Luis Henrique, Rafaela, Monique e Anaís e a tod@s que apoiaram e participaram do evento. Compartilhamos o livro Perfis de Artistas Cearenses onde estão publicadas várias Mandalas da minha autoria. E homenageamos às crianças e jovens com as poesias Amor à Infância e Compostela, publicadas no livro também de minha autoria: De Eros e Ágape: como lagrima dourada no oceano de silencio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tamanho da fonte
Contraste