ALTO PARAÍSO RECEBE A OITAVA EDIÇÃO DA FEIRA DE SEMENTES E MUDAS DA CHAPADA DOS VEADEIROS

Realizada pela REDE POUSO ALTO DE AGROECOLOGIA, a VIII FEIRA DE SEMENTES E MUDAS DA CHAPADA DOS VEADEIROS reuniu, na Praça do CAT de Alto Paraíso, expositores de toda a região 

Por Kayalú Mendonça

VII Feira de Sementes e Mudas da Chapada dos Veadeiros, realizada pela Rede Pouso Alto de Agroecologia, dia 11 de novembro, na Praça do CAT, em Alto Paraíso de Goiás – Foto: Bia Carvalho

No dia 11 de novembro, Alto Paraíso de Goiás recebeu, na Praça do CAT, a VIII Feira de Sementes e Mudas da Chapada dos Veadeiros, realizada pela Rede Pouso Alto de Agroecologia. A iniciativa surgiu em 2011 e vem somando parceiros a cada edição, e neste ano contou com o apoio do IPEARTES/SEDUCE, Instituto de Pesquisa, Ensino e Extensão em Arte Educação e Tecnologias Sustentáveis, vinculado ao Centro de Estudo e Pesquisa Ciranda da Arte, da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte do Estado de Goiás, além da UNB CERRADO, do IBC – Instituto Bioregional do Cerrado e do Instituto Avaliação, que participaram da comissão organizadora.

VII Feira de Sementes e Mudas da Chapada dos Veadeiros, realizada pela Rede Pouso Alto de Agroecologia, na Praça do CAT, em Alto Paraíso de Goiás – Foto: Bia Carvalho

A Feira de Sementes e Mudas da Chapada dos Veadeiros tem como objetivo fortalecer a rede de conservação, difusão e troca de sementes crioulas e florestais, e divulgar as tecnologias e práticas agroecológicas na região, contando com o apoio da Prefeitura Municipal de Alto Paraíso, do Mandato Coletivo, do NASPA – Núcleo Transdisciplinar de Pesquisa em Alimentação Sustentável e Produção Agroecológica, do Instituto Amada Terra, da AAF – Associação Amigos da Floresta, da Fazenda Terra Booma e da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Agricultura Sustentável.

Sítio das Esmeraldas presente na VII Feira de Mudas e Sementes da Chapada dos Veadeiros, realizada pela Rede Pouso Alto de Agroecologia, no dia 11 de novembro na Praça do CAT, em Alto Paraíso de Goiás – Foto: Bia Carvalho

O evento reuniu cerca de vinte expositores das comunidades rurais de Alto Paraíso, como o Assentamento Sílvio Rodrigues, representado por Cleiton, Altenice e Josemar; o Povoado do Moinho, representado por Deja e Bela; Fazenda Terra Booma; Estevão (Naná) da Fazenda Campo do Meio; a Vila de São Jorge, pela Associação Cerrado em Pé; e o Pé de Serra, pela Casa do Céu. O Xodó, da comunidade Kalunga do Vão de Almas, e a Dona Cecília, de Cavalcante, também estiveram presentes ao lado dos expositores de Alto Paraíso, além de Nozinho, da Fazenda Bonsucesso, o Sítio das Esmeraldas, o IBC, o Viveiro Naturales, a Zai, a Rachel do Pé de Fruta, entre outros.

Artistas locais no Palco Aberto durante a VII Feira de Sementes e Mudas da Chapada dos Veadeiros, realizada pela Rede Pouso Alto de Agroecologia, no dia 11 de novembro na Praça do CAT, em Alto Paraíso de Goiás – Foto: Bia Carvalho

Segundo o professor Sat, membro do NASPA, um dos fundadores da Rede, arte-educador ambiental do IPEARTES/SEDUCE, e responsável pela coordenação do evento, “o objetivo da Feira é unir os guardiões das sementes crioulas e silvestres do Cerrado e os produtores de mudas e viveiros da região da Chapada dos Veadeiros. Desde 2015, o evento acontece juntamente com a reunião anual da Rede Pouso Alto de Agroecologia, e a ideia da Rede é circular por todos os municípios da região. A próxima reunião da Rede Pouso Alto de Agroecologia será durante a Caravana Agroecológica, que vai passar em abril pela Chapada dos Veadeiros“.

Reunião da Rede Pouso Alto de Agroecologia durante a VII Feira de Mudas e Sementes da Chapada dos Veadeiros, no dia 11 de novembro, no Chappada Hotel, em Alto Paraíso de Goiás – Foto: Bia Carvalho

ACESSE AQUI A COBERTURA COMPLETA DE FOTOS EM NOSSO CANAL DO FLICKR.

IPEARTES – Instituto de Pesquisa, Ensino e Extensão em Arte Educação e Tecnologias Sustentáveis

O IPEARTES/SEDUCE tem como objetivo promover uma educação transformadora, fundamentada na arte-educação e tecnologias sustentáveis, buscando alcançar a formação do ser humano em sua plenitude. Para isso, busca ser referência em educação integral, de maneira a potencializar o desenvolvimento das pessoas, considerando as dimensões cognitiva, física, afetiva e seus processos socioculturais. 

O IPEARTES desenvolve ações educativas em toda a região da APA de Pouso Alto, que inclui as cidades de São João d’Aliança, Colinas do Sul, Cavalcante, Teresina de Goiás e Nova Roma e Alto Paraíso. O Instituto atua no Educandário Humberto de Campos, escola-piloto do projeto, localizada na Cidade da Fraternidade, e também no Centro de Vivências Crescer, Escola Zeca de Faria, Escola de Educação Infantil Francisquinho, CRAS, Centro de Convivência da Criança e do Adolescente, na Educação de Jovens e Adultos do Colégio Estadual Gerson de Faria, com extensões nas comunidades do Moinho e Sertão, além de atuar na ASJOR – Associação de Moradores da Vila de São Jorge, entre outros espaços educativos da região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tamanho da fonte
Contraste