ALTO PARAÍSO RECEBE A CONANE REGIONAL – CHAPADA DOS VEADEIROS, NA CIDADE DA FRATERNIDADE

A Conferência Nacional de Alternativas para uma Nova Educação, edição Regional – Chapada dos Veadeiros, foi realizada dia 05 de dezembro, no Educandário Humberto de Campos, e reuniu alunos e professores da região da APA de Pouso Alto e da UnB de Brasília.

Por Kayalú Mendonça

Prof.ª Dr.ª Patrícia Martins Pederiva, representante da Faculdade de Educação da UNB, em fala durante a CONANE Regional – Chapada dos Veadeiros,em Alto Paraíso de Goiás – Foto: Bia Carvalho

No dia 05 de dezembro, o Educandário Humberto de Campos recebeu a Conferência Nacional de Alternativas para uma Nova Educação, edição Regional – Chapada dos Veadeiros, na Cidade da Fraternidade, em Alto Paraíso de Goiás. A CONANE, que reuniu alunos e professores da região da APA de Pouso Alto e da UnB, Universidade de Brasília, contou com a parceria do IPEARTES/SEDUCE e do Educandário Humberto de Campos, para sua realização, que foi articulada por Alessandra Possebon, arte educadora do IPEARTES e coordenadora pedagógica do Educandário Humberto de Campos.

Grupo “As Fulô do Cerrado”, na abertura da CONANE Regional – Chapada dos Veadeiros, dia 05 de dezembro, em Alto Paraíso de Goiás – Foto: Bia Carvalho

O grupo musical brasiliense “As Fulô do Cerrado” abriu o evento, que contou com a presença de Tamine Cauchioli, representante da coordenação nacional da CONANE, de Eduardo Oliveira, do Conselho Estadual de Ensino, de Luz Marina de Alcantara, diretora do IPEARTES e representante da SEDUCE-GOIÁS, da Profª Drª Patrícia Martins Mederiva, representando a Faculdade de Educação da UNB, das alunas dos Grupos de Pesquisa da Faculdade de Educação da UNB, Warla Paiva, coordenadora pedagógica do Ciranda da Arte, Fernando Leão, da Escola Vila Verde de Alto Paraíso, Mauro Romero Meserani, da Escola Janela, Beatriz Nogueira e Alessandra Possebon, arte educadoras do IPEARTES, representando o Educandário Humberto de Campos, alunos e professores da Rede Pública de Ensino da APA de Pouso Alto, Luana Índia Villas Boas, Simone Guimarães e Gita Christiana Pilla, representantes das escolas Waldorf de Alto Paraíso.

Representantes dos Grupos de Pesquisa da Faculdade de Educação da UNB, em fala durante a CONANE Regional – Chapada dos Veadeiros, em Alto Paraíso de Goiás – Foto: Bia Carvalho
Tamine Cauchioli, representante da CONANE, Conferência Nacional de Alternativas para uma Nova Educação, em fala durante a CONANE Regional – Chapada dos Veadeiros, em Alto Paraíso – Foto: Bia Carvalho

Tamine Cauchioli, uma das coordenadoras da Conferência Nacional de Alternativas para uma Nova Educação, resumiu a trajetória da Conferência:

“A CONANE surgiu em 2013, em Brasília, a partir da iniciativa de Sandra Goulart, que visava o fortalecimento das alternativas que já existiam, permitindo que os movimentos pudessem se conhecer, e promovendo espaço de troca entre eles. Em 2015, a edição a Conferência acontece em São Paulo, com a participação de educadores de todo o Brasil e, em 2017, amplia-se o intercâmbio com a participação de educadores da América Latina, que vieram para o ENA. As CONANEs Regionais, surgem de 2015 para 2017, quando o movimento cresce e percebe que ações in loco reforçam esses pontos de multiplicação, de resistência e de troca. Aqui na Chapada dos Veadeiros, tivemos a experiência da CONANE JOVEM, com a participação dos jovens que envolveram-se no Festival de Humanidades, etapa final da Olimpíada de Humanidades, realizada pelo IPEARTES, e que trouxe as vozes dessa juventude, para qual a gente planeja e tanto sonha, diretamente para o debate, sendo uma inspiração para a CONANE Nacional“. 

Estudantes do Ensino Médio da Rede Pública de Ensino da APA POUSO ALTO participaram da CONANE JOVEM, durante a CONANE Regional – Chapada dos Veadeiros, dia 05 de dezembro, em Alto Paraíso de Goiás – Foto: Bia Carvalho

Os educandos do Ensino Médio participaram do CONANE JOVEM, dinâmica desenvolvida pelos educadores do IPEARTES, que visou a apresentação de soluções e melhorias para a educação na região da APA de Pouso Alto. Com a participação dos Grupos de Pesquisa da Faculdade de Educação da UnB: GEPPE, PET, Autonomia e Semillero, a prof.ª dr.ª Patrícia Martins Pederiva mediou uma mesa de debate com a participação das estudantes: Sheyla Gomes de Almeida, Daiane Aparecida Araújo de Oliveira, Lívia Martins Guimarães Soares, Fernanda Chaves de Souza, Bruna Lopes Lima e Angélica Luciani da Silva Bimbato, da Universidade de Brasília.

Fernando Leão, da Escola Vila Verde, em fala durante a CONANE Regional – Chapada dos Veadeiros, dia 05 de dezembro, no Educandário Humberto de Campos, em Alto Paraíso de Goiás – Foto: Bia Carvalho

No período da tarde, Antônio Sagrado Lovato, falou sobre o programa de Escolas Transformadoras, uma iniciativa da Ashoka, correalizado no Brasil pelo Alana, organização de impacto socioambiental que promove o direito e o desenvolvimento integral da criança e ​fomenta​ novas formas de bem viver, e sobre o livro “Educação de Alma Brasileira”, que busca um diálogo sobre a educação pensada a partir da nossa cultura e nossa história. 

Antônio Sagrado Lovato, em fala sobre o programa de Escolas Transformadoras e o livro “Educação de Alma Brasileira”, durante a CONANE Regional – Chapada dos Veadeiros, dia 05 de dezembro, em Alto Paraíso – Foto: Bia Carvalho

ACESSE AQUI A COBERTURA COMPLETA DE FOTOS DA CONANE REGIONAL – CHAPADA DOS VEADEIROS, DISPONÍVEL PARA DOWNLOAD.

IPEARTES – Instituto de Pesquisa, Ensino e Extensão em Arte Educação e Tecnologias Sustentáveis

O IPEARTES/SEDUCE busca promover uma educação transformadora, fundamentada na arte-educação e tecnologias sustentáveis, buscando alcançar a formação do ser humano em sua plenitude. Para isso, busca ser referência em educação integral, de maneira a potencializar o desenvolvimento das pessoas, considerando as dimensões cognitiva, física, afetiva e seus processos socioculturais. 

O IPEARTES desenvolve ações educativas em toda a região da APA de Pouso Alto, que inclui as cidades de São João d’Aliança, Colinas do Sul, Cavalcante, Teresina de Goiás e Nova Roma e Alto Paraíso. O Instituto atua no Educandário Humberto de Campos, escola-piloto do projeto, localizada na Cidade da Fraternidade, e também no Centro de Vivências Crescer, Escola Municipal Zeca de Faria, Escola de Educação Infantil Francisquinho, CRAS, Centro de Convivência da Criança e do Adolescente, na Educação de Jovens e Adultos do Colégio Estadual Gerson de Faria, com extensões nas comunidades do Moinho e Sertão, além de atuar na ASJOR – Associação de Moradores da Vila de São Jorge, entre outros espaços educativos da região.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tamanho da fonte
Contraste