GINCANA DO CONHECIMENTO INCENTIVA O PROTAGONISMO JOVEM DURANTE O II FESTIVAL DE HUMANIDADES

O II FESTIVAL DE HUMANIDADES aconteceu na CIDADE DA FRATERNIDADE, de 02 a 04 de dezembro, o evento reuniu estudantes e professores do Ensino Médio de toda a APA de Pouso Alto, incentivando o protagonismo entre os jovens da Rede Pública de Ensino 

Por Kayalú Mendonça

Professores e alunos do Ensino Médio da Rede Pública de Ensino participaram das atividades da Gincana do Conhecimento, dia 04 de dezembro, no II Festival de Humanidades, em Alto Paraíso de Goiás – Foto: Bia Carvalho

O II Festival de Humanidades, culminância da Olimpíada de Humanidades 2018, promoveu uma série coordenada de ações educativas, que englobam etapas de formação, elaboração e execução de projetos, produções artísticas e visitas de campo. O evento estimulou o protagonismo juvenil e desenvolveu uma rede de articulação entre os jovens da APA de Pouso Alto. No encerramento do Festival, dia 04 de dezembro, os estudantes participaram da Gincana do Conhecimento, integrando os conceitos trabalhados ao longo do ano através da Olimpíada de Humanidades, que este ano teve como tema: “Água, Terra, Fogo, Ar e Amor: interseccionando os elementos para proteger a APA de Pouso Alto.” 

Alunos da Rede Pública de Ensino da APA de Pouso Alto participaram da Gincana do Conhecimento, realizada no último dia do II Festival de Humanidades, no Educandário Humberto de Campos, em Alto Paraíso – Foto: Bia Carvalho

Os arte educadores do IPEARTES promoveram a Gincana do Conhecimento, uma ação intertransdisciplinar que se dividia em quatro estações, representando os quatro elementos, disciplinas curriculares, valores e modalidades artísticas. Os estudantes se revezaram entre as vivências, relacionando os elementos da natureza com linguagens da arte e com áreas do conhecimento. A estação do Ar foi relacionada com a Filosofia, a Resiliência e a Música; a estação do Fogo com a Sociologia, a Coragem e a Dança; a da Água com a História, o Respeito e o Teatro; e a estação da Terra com a Geografia, o Afeto e as Artes Plásticas. Os participantes desenvolveram coletivamente o enredo de cenas teatrais, encenadas para o público durante a noite, no ginásio do Educandário Humberto de Campos.

Prof.ª Rosilene Bezerra Pereira Machado e Samarah da Silva Soares, representando o Colégio Estadual Elias Jorge Cheim, de Cavalcante, na cerimônia de encerramento do II Festival de Humanidades – Foto: Bia Carvalho

Com a apresentação de José Estevão Rocha Arantes e Kátia Rodrigues, coordenadores da Olimpíada de Humanidades, a noite de encerramento do II Festival de Humanidades contou com uma dinâmica para a troca de presentes entre os projetos participantes, o que emocionou a todos. Estudantes e professores decoraram caixas de madeira com temas relacionados com suas respectivas comunidades, e durante a cerimônia, as escolas trocaram as caixas entre si. Além disso, foram compartilhados belos relatos sobre o desenvolvimento dos projetos ao longo do ano, e sobre a participação das comunidades no II Festival de Humanidades.

Alunos da Rede Pública de Ensino da APA POUSO ALTO, durante o II Festival de Humanidades, dia 04 de dezembro, no Educandário Humberto de Campos – Foto: Bia Carvalho

Luz Marina de Alcantara, diretora do IPEARTES e representante da SEDUCE-GOIÁS, distribuiu o livro “FAUNA BRASILEIRA EM CORES”, do artista plástico MARCOS BRASIL, para alunos e professores participantes do Festival. Luz Marina também anunciou a 4ª etapa da Olimpíada de Humanidades, “(Re)conhecendo nossas goianidades”, uma viagem de Turismo Educacional pelas cidades de Goiás, Goiânia e Brasília. Os alunos apresentaram as cenas teatrais desenvolvidas durante a Gincana do Conhecimento, e uma apresentação musical do Trio Buritis encerrou a noite de celebração e integração entre jovens, educadores e toda a comunidade da Cidade da Fraternidade.

Luz Marina de Alcantara, diretora do IPEARTES e representante da SEDUCE-GOIÁS, anuncia a 4ª etapa da Olimpíada de Humanidades, durante o encerramento do II Festival de Humanidades – Foto: Bia Carvalho

ACESSE AQUI A COBERTURA COMPLETA DE FOTOS DE II FESTIVAL DE HUMANIDADES, DISPONÍVEL PARA DOWNLOAD NO FLICKR.

II Olimpíada de Humanidades – Água, Terra, Fogo, Ar e Amor: interseccionando os elementos para proteger a APA de Pouso Alto

A Olimpíada de Humanidades vincula-se ao compromisso do Governo de Goiás em assumir, dentro da agenda da Organização das Nações Unidas (ONU), os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), sobretudo em seu quarto quesito, que diz respeito à Educação de Qualidade. Dando encaminhamentos nesse sentido, a Secretaria de Educação, Cultura e Esporte do Estado de Goiás (SEDUCE) promove anualmente a Olimpíada de Humanidades. “A partir de uma problemática local, a Olimpíada busca discutir, refletir, propor e deliberar possibilidades para mudanças socioculturais, nesse momento em que estamos discutindo o papel da educação para um mundo em transição. Nosso desafio é o de preparar os estudantes e cuidar para que esses jovens sejam educados com dignidade e cidadania”, avalia Luz Marina de Alcantara, diretora do Centro de Estudo e Pesquisa CIRANDA DA ARTE, e representante da SEDUCE no programa dos 17 ODS no Estado de Goiás.

Os estudantes e professores participaram, ao longo do ano, de encontros para sensibilização, orientação e alinhamento pela equipe do IPEARTES, e tiveram o acompanhamento do plano de ação dos projetos. Na primeira etapa, foram oferecidas oficinas de Arte Educação, Educomunicação e Tecnologias Sustentáveis para capacitação e, na segunda etapa, pais, alunos e professores participaram de uma visita técnico-cientifica ao Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Para desenvolver a terceira etapa da Olimpíada, o projeto foi contemplado pela Chamada do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq/MCTIC-SEPED nº 14/2018, de seminários internos nas escolas participantes da XV Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, promovida pelo Ministério da Ciência e Tecnologia em mais de 1400 instituições do país. O Festival de Humanidades é a culminância das ações promovidas ao longo do ano, momento voltado à socialização dos projetos desenvolvidos pelas escolas. 

Acesse aqui o site da Olimpíada de Humanidades e conheça todos os detalhes dessa ação educativa interdisciplinar entre as áreas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Artes, a partir da elaboração e desenvolvimento de Projetos de professores e estudantes de Ensino Médio da Rede Estadual de Ensino do Estado de Goiás e realizado pelo IPEARTES.

Realização: IPEARTES – Instituto de Pesquisa, Ensino e Extensão em Arte, Educação e Tecnologias Sustentáveis, Centro de Estudo e Pesquisa CIRANDA DA ARTE, Secretaria Estadual de Educação, Cultura e Esporte de Goiás, SEDUCE-GO.

Apoio: Semana Nacional de Ciência e Tecnologia,  ICMBIO – Instituto Chico Mendes, Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, Prefeitura Municipal de Alto Paraíso, ASJOR – Associação de Moradores da Vila de São Jorge, Cidade da Fraternidade, OSCAL – Organização Social Cristã-Espírita André Luiz e Coordenação Regional
de Educação, Cultura e Esporte dos municípios de Campos Belos, Minaçu, Planaltina de Goiás e Posse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tamanho da fonte
Contraste