“SEMANA DO CERRADO” ACONTECE DE 09 A 12 DE SETEMBRO, EM ALTO PARAÍSO DE GOIÁS

De 09 a 12 de setembro, o Coletivo de Educação Ambiental do IPEARTES/SEDUC, juntamente com diversas instituições públicas e privadas, promoverão a SEMANA DO CERRADO em Alto Paraíso de Goiás, com atividades ambientais, educativas e artísticas em homenagem ao Dia Nacional do Cerrado, celebrado em 11 de setembro. Apesar de ser o segundo maior bioma do Brasil, sendo considerado a savana com maior biodiversidade do mundo, presente em 13 estados brasileiros, o Cerrado já perdeu 51% da sua cobertura natural e requer esforços concentrados em torno de sua preservação.

Tucanuçu (Ramphastos toco) – O Cerrado compartilha espécies com os principais biomas brasileiros (Amazônia, Caatinga e Mata Atlântica), o que o torna um dos 25 pontos quentes de biodiversidade (hotspots) no mundo – Foto: Bia Carvalho

A programação da SEMANA DO CERRADO incluirá atividades na sede do IPEARTES, no CCCA – Centro de Convivência da Criança e do Adolescente, na Praça do Canaã, na Praça do Skate e na Casa de Cultura do Instituto Oca Brasil. As atividades começarão no dia 09, segunda-feira, com os educadores do Coletivo de Educação Ambiental do IPEARTES, Laryssa Galantini e Welington Martins, oferecendo uma formação em Educação Ambiental na sede do Instituto, à partir das 14h.

Circuito de Jogos Educativos Cooperativos, do Coletivo de Práticas Corporais do IPEARTES, será realizado no CCCA – Centro de Convivência da Criança e do Adolescente de Alto Paraíso, dia 10 de setembro – Foto: Delcio Gonçalves

Na terça-feira, dia 10, o Coletivo de Práticas Corporais do IPEARTES promoverá, juntamente com o CCCA – Centro de Convivência da Criança e do Adolescente e com a Prefeitura de Alto Paraíso de Goiás, o Circuito de Jogos Educativos e Cooperativos do Cerrado, que será realizado na sede do CCCA, das 8h às 10h30 e das 14h às 16h30. O BLOCO DO IPE, conduzido pelo Coletivo de Arte Educação do IPEARTES, promoverá uma homenagem ao Cerrado, na Praça do Canaã, à partir das 16 horas. Durante a noite, as atividades acontecerão na Praça do Skate, com a “Linha do Tempo – Retrospectiva da Gestão Socioambiental de Alto Paraíso“, facilitada por Mauro Soares, do Projeto Pato Mergulhão e da Câmara Temática de Gestão Sócio Ambiental (CT/GSA), a partir das 19 horas, e a Roda de Conversa sobre o “Fortalecimento dos projetos de Arte Educação e Educação Ambiental na Chapada dos Veadeiros“, realizada pelo IPEARTES/SEDUC e pela CT/GSA, com a presença de ambientalistas e educadores que atuam na região, a partir das 20 horas.

Pequi (Caryocar brasiliense) – Tradicional do Cerrado brasileiro, o fruto é rico em vitaminas A, C e E, fibras e gorduras saudáveis e muito utilizado na culinária regional – Foto: Bia Carvalho

No Dia Nacional do Cerrado, 11 de setembro, teremos o lançamento da Exposição Cerrado Vivo, realizada por um coletivo de artistas residentes na Chapada dos Veadeiros, na Casa da Cultura do Instituto Oca Brasil. A exposição integra trabalhos em pintura, bordado e fotografia de 9 mulheres do Cerrado que irão compartilhar seu olhar amoroso, como um manifesto à proteção do Cerrado, buscando promover a valorização deste bioma que nos abriga e está tão profundamente ameaçado. A vernissage e coquetel acontecerão a partir das 19 horas, com a apresentação da DJ Lara Luzuah, e a exposição ficará em cartaz até o dia 28 de setembro. Com produção cultural de Eliana Martins e Lidi Vilela e apoio do Instituto Oca Brasil e da Pousada Alfa e Ômega, a exposição contará com as artistas convidadas: Ana Lívia Lombardi, Ivone Lyra, Gislaine Disconzi, Júlia Gonzales, Luci Mendes, Melissa Maurer e Sádala Ribeiro, ex-integrante da Residência MIDIALAB, do IPEARTES. Além da exposição, acontecerão diversas oficinas com as artistas e convidados no mesmo local, de quinta a domingo, das 19h às 21 horas. As escolas interessadas devem procurar a produção do evento para o agendamento de horários para a visitação e participação em atividades de Educação Ambiental, oferecidas pelo Coletivo de Educação Ambiental do IPEARTES.

Oficina de Arte colagem com elementos naturais com Fernanda Elias, que será realizada no CCCA – Centro de Convivência da Criança e do Adolescente de Alto Paraíso, dia 10 de setembro – Foto: SEMA (divulgação)

Na quinta-feira, dia 12, a arte educadora Fernanda Elias, do Coletivo de Arte Educação do IPEARTES, oferecerá uma oficina de Arte colagem com elementos da natureza para crianças entre 10 e 14 anos, das 14h às 16h30, no CCCA – Centro de Convivência da Criança e do Adolescente de Alto Paraíso, com realização do IPEARTES/SEDUC, do CCCA e da Prefeitura de Alto Paraíso de Goiás. Por fim, o encerramento da SEMANA DO CERRADO acontecerá na sede do IPEARTES, a partir das 19 horas, com o CINE IPE Especial, trazendo a MOSTRA CINE CERRADO, com a exibição de filmes com temática ambiental infanto juvenil. A curadoria é de Iaiá Flor, arte educadora ambiental. Toda a programação é gratuita.

Candombá (Vellozia variabilis ) – Flor específica da região do cerrado brasileiro. Seu caule libera uma seiva que entra facilmente em combustão, utilizada por moradores locais como combustível para iniciar queima em fogões a lenha – Foto: Erasmo Alcântara

Acompanhe o IPEARTES no FACEBOOKINSTAGRAM e FLICKR e saiba tudo sobre a SEMANA DO CERRADO em Alto Paraíso de Goiás.

IPEARTES – Instituto de Pesquisa, Ensino e Extensão em Arte Educação e Tecnologias Sustentáveis

O IPEARTES, Instituto de Pesquisa, Ensino e Extensão em Arte Educação e Tecnologias Sustentáveis, da Secretaria de Estado da Educação de Goiás – SEDUC/GOIÁS, atua na promoção de uma educação transformadora, fundamentada na arte-educação e tecnologias sustentáveis, estimulando o desenvolvimento do ser humano em sua plenitude. Para isso, busca ser referência em educação integral, de maneira a potencializar o desenvolvimento das pessoas, considerando as dimensões cognitiva, física, afetiva e seus processos socioculturais. 

O IPEARTES desenvolve ações educativas em toda a região da APA Pouso Alto, que inclui as cidades de Alto Paraíso de Goiás, São João d’Aliança, Colinas do Sul, Cavalcante, Teresina de Goiás e Nova Roma. Além das diversas atividades desenvolvidas em sua sede, o Instituto atua no Educandário Humberto de Campos, escola-piloto do projeto, localizada na Cidade da Fraternidade, e também no Centro de Vivências Crescer, Escola de Educação Infantil Francisquinho, CRAS, Centro de Convivência da Criança e do Adolescente, no Colégio Estadual Gerson de Faria, com extensões na comunidade do Moinho, além de colaborar com a ASJOR – Associação de Moradores da Vila de São Jorge, entre outros espaços educativos da região.

 

1 thought on ““SEMANA DO CERRADO” ACONTECE DE 09 A 12 DE SETEMBRO, EM ALTO PARAÍSO DE GOIÁS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tamanho da fonte
Contraste