COLETIVO SOCIOEMOCIONAL

Segundo a UNESCO a educação deve desenvolver quatro pilares fundamentais para a preparação das crianças e jovens para enfrentar os desafios do século XXI: Aprender a conhecer, Aprender a fazer, Aprender a conviver e Aprender a ser. A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) propõe que uma educação de qualidade é aquela em que os estudantes são capazes de utilizar os saberes que adquirirem na escola e na vida, para solucionar problemas do seu dia a dia, respeitando princípios universais, como a ética, os direitos humanos, a justiça social e a sustentabilidade ambiental.

A cidade de Alto Paraíso, onde se concentra a maior parte das atividades do
IPEARTES/SEDUC, é um cenário de inúmeros contrastes. Coexistem mais de 80 nacionalidades diferentes entre os moradores, centenas de manifestações religiosas, diversas práticas alimentares (vegetarianismo, veganismo, onívoros), ao lado da riqueza de saberes e costumes dos moradores tradicionais da região. Observamos entre as pessoas nativas um diversificado potencial artístico, rica sabedoria popular, cultura negra, indígena (cabocla) e do campo, dotadas de profundos conhecimentos de medicina natural, modo de plantio sustentável e uma rica culinária regional. São pessoas fortes, inteligentes e cheias de alegria e arte. No entanto, a maioria da população nativa ainda sofre com a baixa escolaridade, subempregos, altos índices de violência doméstica e desvalorização dos seus saberes. Esse contexto favorece a eclosão de conflitos decorrentes das diversas visões de mundo e da desigualdade social que se aprofundou com a chegada de novos moradores com nível de renda, escolaridade e capital cultural muito diferente da população nativa.

Nesta direção, o Coletivo Socioemocional do IPEARTES/SEDUC tem como foco elaborar metodologias de ensino e aprendizagem que busquem o desenvolvimento das dimensões éticas, afetivas, relacionais e comunicacionais das pessoas e comunidades, incentivando o empoderamento e a realização dos projetos de vida tanto individuais como coletivos. Pretendemos através deste trabalho, apoiar as pessoas na integração dessas dimensões em seu cotidiano, fomentando transformações sociais a partir das suas necessidades individuais e coletivas.

OBJETIVOS

– Ajudar a comunidade reconhecer e desenvolver as habilidades socioemocionais e a importância dos valores humanos na educação;

– Desenvolver atividades em promovam a compreensão dos marcadores sociais da diferença como: classes sociais, gênero, sexualidade e étnico-raciais;

– Estimular a valorização da cultura local, assim como da biodiversidade e riquezas naturais existentes no território;

– Estimular que os sujeitos reflitam sobre as suas escolhas e cuidados nas relações intra e interpessoais que proporcionem o bem-viver

– Realizar atividades que estimulem o reconhecimento da humanidade como parte da natureza e da importância da consciência ambiental;

– Estimular a escutar empática e ativa do outro para aprender através dos conflitos, criando possibilidades de superação;

– Acolher-nos em nossa humanidade, reconhecendo os nossos limites, fragilidades e reconhecendo nosso potencial e as conquistas na vida;

– Estimular os sujeitos a participarem da construção da cidadania, e realizar os sonhos individuais e coletivos, pautados nos princípios da solidariedade e sustentabilidade, na perspectiva da Educação e Saúde Integral.

Tamanho da fonte
Contraste