IPE HUMANAS E LINGUAGENS

A Educação Integral propõe o desenvolvimento do ser humano em inúmeras dimensões e que este aprendizado seja contextualizado com a sua realidade. Historicamente, reconhece-se que os processos educativos tradicionais, se voltaram para a ênfase conteudística em detrimento das demais habilidades e competências dos sujeitos envolvidos no processo ensino-aprendizagem. Portanto, em busca de construir uma Educação Integral, o Coletivo IPE Humanas e Linguagens do IPEARTES/SEDUC tem o interesse em pesquisar, sistematizar e experimentar metodologias ativas, mais que apenas se opor aos aspectos negativos dos métodos tradicionais, vai ao encontro das singularidades e especificidades de nossa região de atuação, o nordeste goiano – especificamente os municípios situados na Área de Proteção de Pouso Alto (APA de Pouso Alto), território constituído não apenas por áreas urbanas, mas também por comunidades remanescentes de quilombos, garimpo e assentamento/acampamentos rurais.

O Coletivo IPE Humanas e Linguagens do IPEARTES/SEDUC está voltado à pesquisa, sistematização e circulação de metodologias ativas desde a educação infantil até a educação de jovens e adultos, na perspectiva da educação formal e não formal e desenvolve suas atividades incorporadas dentro das escolas em que o IPEARTES/SEDUC atua e em cursos abertos a comunidade, principalmente em Alto Paraíso, mas algumas atividades são desenvolvidas com estudantes nas demais cidades da APA Pouso Alto.

OBJETIVOS

– Desenvolver e sistematizar estudos e pesquisas para ampliar possibilidades metodológicas e melhoria das práticas pedagógicas;
– Compartilhar experiências vivenciadas nas práticas educativas;
– Promover alfabetização e letramento crítico em todas as ações e atividades desenvolvidas pelas/os educadoras que compõem o Coletivo, contribuindo na constituição da cidadania por meio da troca de saberes sensíveis;
– Incentivar o vínculo entre escola, família e comunidade, promovendo ações que valorizem e fortaleçam a cultura local, com atenção ao sistema global;
– Ampliar a Matriz da Arte/Educação, articulando-a com os demais componentes curriculares das ciências humanas, linguagens e pedagogia;
– Acolher empaticamente as dificuldades cotidianas de professores das frentes em que atuamos, utilizando-se de ações que estimulem o desenvolvimento das competências socioemocionais no ambiente escolar.

Tamanho da fonte
Contraste