OLIMPÍADA DE HUMANIDADES

Acesse o site da OLIMPÍADA DE HUMANIDADES

A Olimpíada de Humanidades vincula-se ao compromisso do Governo de Goiás em assumir, dentro da agenda da Organização das Nações Unidas (ONU), os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), sobretudo em seu quarto quesito, que diz respeito à Educação de Qualidade. Dando encaminhamentos nesse sentido, a Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (SEDUCE) promove anualmente a Olimpíada de Humanidades, articulada ao Instituto Terra e Memória, Conselho Internacional para Filosofia e Ciências Humanas (CIPSH), Ano Internacional do Entendimento Global (AIEG) e UNESCO.

A METODOLOGIA

A Olimpíada de Humanidades propicia ação educativa interdisciplinar entre as áreas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e Artes a partir da elaboração e desenvolvimento de Projetos de professores/as e estudantes de Ensino Médio da Rede Estadual. Todos os projetos selecionados participam do Festival de Humanidades, produzido pelo IPEARTES/SEDUCE, e são divulgados em plataformas digitais. 

OS SENTIDOS

A reflexão humanística envolve um repensar global, regional e local acerca de valores humanos, num contexto de crescentes desafios econômicos, sociais e ambientais, que vão nos exigir, cada vez mais, uma maior cooperação, equidade e convergência entre os povos. Aspectos vinculados aos contextos sociocultural, histórico, espacial, político e filosófico, peculiares à Área de Proteção Ambiental de Pouso Alto (APA-Pouso Alto), derivados de relações e interações a partir de experiências coletivas que promovem a cidadania e mudanças de paradigmas rumo ao bem viver coletivo.

Nesse sentido, a realização da Olimpíada de Humanidades no Território da APA de Pouso Alto fomenta, a partir das Unidades Educacionais do Estado, uma real ampliação e fortalecimento do empoderamento das comunidades educadoras, frente às transformações incontroláveis que a sociedade opera em todos os campos da existência humana. Necessário se faz agir de forma articulada e humanizada, em uma perspectiva que permita novas e melhores possibilidades de convivência.

O PROPÓSITO

O grande propósito da Olimpíada de Humanidades é desenvolver os saberes humanísticos acumulados ao longo do tempo para promoção das potencialidades dos próprios sujeitos humanos. Portanto, apostar na pesquisa de temas vinculados às áreas das Humanidades e Artes pode proporcionar uma ampliação das capacidades criativas de gerenciamento de relações que exijam a compreensão e respeito à alteridade intrínseca à existência humana. É pensando assim que a arte/educação tem colocado a subjetividade “na centralidade” (HERNÁNDEZ,  2007)  dos projetos educativos, instigando  a conscientização e  construção de outras maneiras de habitar o mundo (GREEN, 2005 apud AGUIRRE, 2011), promovendo uma dimensão ampliada dos lugares da arte na sociedade.

Desta forma, acredita-se que esta Olimpíada, apoiada em uma temática que integre Humanidades e Artes, reverberará em ações comprometidas com a recriação da concepção  da vida do sujeito que se educa para ser um “bem em si mesmo” no território do bem viver, atendendo aos princípios que garantam o alcance dos objetivos do desenvolvimento sustentável preconizado pela Organização das Nações Unidas – ONU.

 

Luz Marina de Alcantara

Coordenadora Geral do IPEARTES/SEDUCE

Tamanho da fonte
Contraste